09 janeiro 2012

Dois pesos e duas medidas

Há 2 meses fui "apresentada" a um blog cujo perfil é mostrar o mico das blogueiras  e, para minha surpresa, após fuçar outras postagens antigas, 
descobri que o extinto Clube das Blogueiras no qual eu fazia parte foi a postagem de estreia.
Estou exposta sei que estou sujeita a isso.
Bem, surpreendentemente isso não me abalou e eu levei com bom-humor.

Embora eu desaprove qualquer comportamento preconceituoso e de bullying, diante de tanta polêmica envolvendo esses assuntos decidi dar minha opinião. 
Vamos lá...!

Quem nunca falou mal de um artista numa rodinha de amigos, usando termos como: 
"ridícula", "cafona" ou "não suporto fulano"?
Quem nunca usou termos agressivos como:
 "políticos são todos ladrões", esse deputado é um "safado"?
Quem nunca se escandalizou  e divulgou entre amigos,
 alguém que tenha postado um erro de português no twitter, por exemplo?
Quem nunca abriu um e-mail e morreu de rir com os absurdos das provas do ENEM
 e ainda encaminhou a mensagem?
Quem é que possuindo um blog, não tenha (mesmo que de forma indireta) criticado a roupa, 
o cabelo ou o comportamento de A ou B famosos?
Quem nunca expressou publicamente sua opinião ácida sobre algum presidente?
E mais, quem nunca acessou esses blogs de críticas com o objetivo de saber se havia caído nos olhares impiedosos e deu boas risadas em outras postagens?

O que há de diferente nestes comportamentos?
O que os tornam nobres e superiores em relação às postagens dos blogs que têm por objetivo
 "gongar" explicitamente outras blogueiras?
Só porque no caso da tal celebridade ou a pessoa criticada em questão, supostamente jamais tomar conhecimento destas críticas podemos considerá-las menos hostis?

Dia a dia todos nós reprovamos looks,  julgamos as pessoas,  rimos de fatos como os que são divulgados nesses blogs, falamos mal uns dos outros, de artistas e BBB's ...
mas por que a opinião dos outros quando exposta é classificada como cruel e injusta,
 e quando trata-se da nossa opinião é apenas um comentário inocente e sem maldade?

Agora a pergunta principal:
Por que quando a crítica  nos é dirigida pessoalmente alguns deixam de achar engraçado?

Eu não defendo ofensa, preconceito ou bullying,
mas não vamos achar nem fingir que somos melhores que ninguém!
Odeio hipocrisia!

Meu  blog, minha opinião


Postar um comentário