27 outubro 2011

Meu querido diário...

Minha viagem aos EUA mudou de rumo... a princípio ia passar férias de pura diversão cheia de montanhas russas e compras pessoais, só que 5 dias antes de viajar descobri que estava grávida de quase 2 meses!
Falei a vida inteira que não queria filhos, levei um susto com o resultado do teste de farmácia,  repeti  2x  alegando erro e depois ainda fiz o Beta HCG em laboratório...É, mas não estava errado não!

Tenho 41 anos e engravidei por um único dia sem prevenção! É inacreditável!
(E eu que achava que isso era coisa de novela! rs...)

Eu estava em choque!
 Mas meu marido embora compartilhasse de minha opinião sobre filhos,
 era um poço de felicidade e emoção.
 E claro que isso contribuiu MUITO pra que depois eu me rendesse à maternidade feliz.

Então virou uma viagem de passeios leves e também pra fazer enxoval, claro!
Entre Babies'R'us, Carter's, Walmart  e Target, havia comprado uma lista enorme cedida por uma brasileira paulistana que também está grávida e conheci na loja Macrobaby. 

Afinal, eu não havia tido tempo pra isso! A semana que antecedeu minha viagem foi destinada aos exames preliminares,  consultas e contratação de um seguro de viagem específico.

Enfim, depois da primeira semana em Orlando já havíamos comprado  MUITAS, MUITAS, MUITAS  coisas entre roupas e novidades,  incluindo o carrinho!
(não esquecendo também dos milhares de supérfluos fofos...rs).
Faltavam pequenos detalhes e obviamente as malas já estavam lotadas!

Mas faltando poucos dias pra retornar de viagem e completando 9 semanas tive um sangramento.
Assustados ligamos rapidamente para o seguro (AssistCard),
 e  fui orientada a procurar imediatamente o Dr. P. Phillips Hospital.

Assim fizemos e fui MUITO bem atendida. Fiz vários exames, entre eles sangue, urina e 2 ultrassonografias.
E neste momento já estava "percebendo" que algo não estava normal e depois de algum tempo com o resultado da ultra, fui informada que ainda estava grávida, porém não havia sido possível ouvir o coração do feto...Fiquei arrasada mas tinha esperança que fosse apenas um "problema técnico" (como se diante de tanta tecnologia daquele hospital isso fosse possível).

Saímos de lá de madrugada com a orientação que deveria voltar em 48 horas, para que fizesse outro exame de sangue onde seria avaliado o aumento do hormônio, pois se o bebê ainda estivesse em crescimento,
 a taxa estaria mais alta após esses dois dias.

Acontece que no mesmo dia, tarde da noite tive outro sangramento e desta vez com grandes coágulos,
uma situação desesperadora que não posso descrever a angústia e tristeza.
No fundo já sabia o que isso significava e, arrasados tomamos a difícil decisão de devolver tudo que havíamos comprado.
(sim, nos EUA eles devolvem o dinheiro no caso de desistência da compra sem burocracia alguma!).

Enfim,  fomos novamente ao hospital e realmente havia perdido o bebê.
Choradeira intensa!
E por  minha  pressão estar muito baixa (8/4) devido a perda de sangue que foi contínua, os médicos disseram que precisaria de curetagem antes de voltar ao Brasil.

E assim  me submeti ao centro cirúrgico por ordens médicas...
Fiquei muito abalada com tudo, pois foram 23 dias de muitas emoções fortes!
Primeiro o 'choque' da notícia, depois a enorme felicidade e por último a tristeza da perda.

Mas agora eu estou bem em todos os sentidos, eu também diria recuperada emocionalmente.
 Meu médico disse que isso é "comum", embora não seja tão comentado por quem já viveu essa experiência e,  que se for da minha vontade,  poderei engravidar novamente.

Portanto, recomendo o seguro AssistCard, que é o único que cobre assistência à gravidez!
Fui muito bem assistida pelo seguro e muito bem tratada no hospital!
As americanas não são frias como ouvimos falar, fui carinhosamente (literalmente) consolada por todas que tive contato.
Por que eu escrevi contando isso?
Porque sendo meu espaço, apesar do sofrimento do desfecho, todos os momentos foram muuuito felizes.
E são essas ótimas lembranças que agora me remetem quando falo no assunto.
A vida continua...

Beijos a todos!
Postar um comentário