08 novembro 2010

No trânsito


Motoqueiro força a passagem colado à minha traseira esquerda.
Seguro a velocidade e ele fica.
Mais adiante abro para ele passar.

- :?:>%¨$#@*  erda...

Foi a única coisa que consegui ouvir, mas por que ele estaria me chamando de LERDA?
Ou me madando à M...(piiiiii).
Poxa, eu dei passagem em momento seguro!

Idioota! Motoqueiro  folgado mesmo! Pensei cheia de raiva.

Chegando ao meu destino...

-Moça, sua porta traseira está aberta, disse o flanelinha!

Ai, tadinho do motoqueiro!

Acho que a frase que deveria ter entendido era:
a porta está aberta!

hahaha