08 novembro 2009

Tarja azul

Há três anos quando fiz minha primeira aula de dança de salão fui com muita má vontade, por insistência do meu marido.
Na minha cabeça havia um pensamento que dança de salão era pra idosos, que eu iria chegar na academia e encontar vozinhas dançando e seria um ambiente onde eu não me identificaria.
Puro preconceito, éramos os mais velhos da turma.
O objetivo principal era fazer novos amigos, já que havíamos mudado de cidade e estávamos longe de todos.
Enfim, o que no começo era um "sacrifício" foi se tornando prazeroso e quando eu olhava meus professores dando aula tinha uma grande admiração porém nunca me passou pela cabeça um dia pertencer a este "mundo", pois era algo  fora das minhas expectativas e pretensões.
E por acaso fui me "infiltrando" onde nunca imaginei chegar.
Mas com muita dedicação e comprometimento, aliás, como em tudo que faço...  fui pertencendo ao lado oposto, de aluna a auxiliar.
O que no começo era uma brincadeira hoje é o que me faz tão feliz.
Talvez muitos não consigam entender a dimensão da minha satisfação e a importância dessa conquista, mas é exatamente assim que encaro essa fase: pura felicidade!!! ....ai, como eu tô chorando!
Feliz por ter encontrado amigos de verdade, feliz por terem confiado em mim, por romper preconceitos, por saber que sou capaz, por descobrir uma aptidão nunca imaginada e ser assistente de quem eu sempre admirei.
Tenho, quero e preciso aprender muito e mais uma vez agradecer a pessoa que está sempre me dando chance e oportunidade. Gui, Adorei meu novo crachá!
Chega de choro, vai estragar meu teclado!
Vai Jade, me sacrifica!! hahaha